INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO PARAIBANO/IHGP
Fundado em 7 de setembro de 1905
Declarado de Utilidade Pública pela Lei no 317, de 1909
CGC 09.249.830/0001-21 - Fone: 0xx83 3222-0513
CEP 58.013-080 - Rua Barão do Abiaí, 64 - João Pessoa-Paraíba

| Inicial | O Que é o IHGP? | Histórico | Símbolos do IHGP | Diretoria | Sócios | Biblioteca | Arquivo |
| Museu | História da Paraíba | Publicações | Links | E-mail | Livro de Visitas | Notícias |

Produção cultural

 

O ano 2004 foi um ano promissor em relação ao movimento editorial do Instituto e dos seus associados, conforme se revela pelo registro a seguir:

 

CARNEIRO, Joaquim Osterne. Os Carneiros do Sertão da Para-

         íba e de outras terras – Aspectos históricos,   políticos e ge-

         nealógicos

GUIMARÃES, Luiz Hugo. Quadro Social do IHGP - Memória

LEITE, Ascendino. Os Pesares

____ O Jogo das Ilusões

____ As Pessoas – Jornal Literário

LINS, Guilherme Gomes da Silveira d’Avila.  De “Mestre de O-

         bras d’El-Rei a “pedreiro”. O nome do verdadeiro arquite-

         to do forte Varadouro,  marco   definitivo da   conquista da

         Paraíba

LUCENA, Humberto Fonsêca de. As Raízes do Ensino em Araru-

         na

MEDEIROS, Manuel Batista de. Retalhos do Caminho.

MELLO, José Octávio de Arruda. Nos Tempos de Félix Araújo –

      Estado Novo, Guerra Mundial e Redemocratização (1937/47)

MENEZES, José Rafael de. Antologia do Jornal Literário de As-

         cendino Leite

NÓBREGA, Evandro Dantas da. Chinês de emergência (para via-

         gem)

ODILON, Marcus. Banqueiros Ingleses na Guerra de 1864

____ Santa Rita de ontem e de sempre

PALMEIRA, Balila. Rosilda Cartaxo – Uma ilustre historiadora

PEREIRA, Joacil de Britto. Vitalidade & Paixão

____ Olga Benario Prestes

RAMOS, Adauto. A Paraíba na Guerra do Paraguai

____ Genealogia do Dr. Alfredo dos Anjos

____ Bandeira Paraibana de 1817

RIBEIRO, Domingos de Azevedo. Tomás Santa Rosa, o Poliva-

         lente

SEIXAS, Wilson Nóbrega. O Velho Arraial de Piranhas (Pom-

         bal) – 2ª. ed. revisada e ampliada por Evandro da Nóbrega

SERAFIM, Péricles Vitório. O Sesmeiro do Jardim

SILVA, Afonso Pereira da. Trilogia

SILVA, Nelson Coelho da. A Tragédia de Mari

TARGINO, Itapuan Bôtto. Municipalismo, Municípios e Descen-

                                 centralização

 

 

Noticiário do IHGP

 

■ ■ ■ Em 11 de janeiro de 2004 o consócio Nelson Coelho da Silva lançou o livro A Tragédia de Mari, revelando importantes fatos dos bastidores daquele episódio do tempo das Ligas Camponesas na Paraíba.

 

■ ■ ■ A Prefeitura do Recife lançou a peça Olga Benario Prestes de autoria do confrade Joacil de Britto Pereira, premiada em concurso nacional promovido por aquela edilidade.

 

■ ■ ■ O consócio Luiz Hugo Guimarães foi eleito sócio correspondente do Instituto Histórico de Petrópolis.

 

■ ■ ■ O consócio Francisco Tancredo Torres, em 19 de janeiro, pronunciou a “Aula da Saudade” no Campus de Ciências Agrárias de Areia, PB, na sessão do 7° Encontro de Engenheiros Agrônomos da Turma de 1968.

 

 ■ ■ ■ Esther Caldas Bertoletti, nossa sócia correspondente residente no Rio de Janeiro, assumiu a Diretoria do Centro de Referência e Difusão da Fundação Biblioteca Nacional; recentemente foi eleita sócia do Instituto Histórico de Niterói.

 

■ ■ ■ Em fevereiro, dia 11, foi promovida a primeira sessão de Comunicação, Propostas e Debates na sede do IHGP, ocasião em que foram apreciados os livros Na Rota do Tempo, de Flávio Sátiro Fernandes, e A Associação dos Magistrados da Paraíba – Uma Trajetória de 45 Anos, de Humberto Fonsêca de Lucena. Na segunda sessão de Debates, em 27 de fevereiro, foram debatidos os livros Eu Comigo – Memórias – O Orador, do confrade Amaury Vasconcelos e Capitania Holandesa da Paraíba – O Condado dos pães de açúcar numa visão do século XVII, de Manuel Batista de Medeiros.

 

■ ■ ■ A Diretoria resolveu promover no último sábado de cada mês uma sessão de confraternização entre os associados aniversariantes do mês, sendo homenageados também os aniversariantes que ingressaram no IHGP no mesmo mês.

 

■ ■ ■ A historiadora Miridan Brito Knox Falci, sócia correspondente residente no Rio de Janeiro, após brilhante conferência, foi agraciada com a Medalha do Mérito “Visconde de Parnaíba” pelo Instituto Histórico de Oeiras, PI.

 

■ ■ ■ O Instituto adquiriu um painel móvel destinado a divulgar fotos das suas atividades e dos seus associados.

 

■ ■ ■ Em Brasília, nosso sócio correspondente General-médico Alberto Martins da Silva lançou o livro Dr. Ismael da Rocha (1859-1924) – Sua vida de cientista e de militar.

 

■ ■ ■ Foi lançado em Campina Grande o livro Nos Tempos de Félix Araújo – Estado Novo, Guerra Mundial e Redemocratização (1937-47), do consócio José Octávio de Arruda Mello.

 

■ ■ ■ Nosso consócio Ascendino Leite lançou seu novo livro intitulado Os Pesares.

 

■ ■ ■ Em fevereiro, foram eleitas para nosso quadro de Sócios Correspondentes a historiadora Nelly Martins Ferreira Candeias, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e a escritora conterrânea Ivanilde Baracho de Alencar, residente em Campinas, SP.

 

■ ■ ■ O Instituto iniciou a elaboração de um projeto visando a microfilmagem dos seus jornais e revistas antigos bem como de documentos coloniais e imperiais existentes no seu Arquivo Documental. O projeto tomou o nome de “Álvaro de Carvalho” e deveria ser executado em convênio com a Fundação Biblioteca Nacional, UFPB e SEBRAE. Após várias reuniões da equipe foram iniciados os trabalhos preliminares de higienização e catalogação do acervo. O projeto continua intacto aguardando oportunidade para execução.

 

■ ■ ■ Em Campinas, o confrade Expedito Ramalho de Alencar, lançou seu quarto livro de poesias intitulado As Flores do meu Jardim.

 

■ ■ ■ Dia 25, na Academia Paraibana de Letras, foi lançado o livro Olga Benario Prestes, de autoria do consócio Joacil de Britto Pereira, que obteve o prêmio literário Elpídio Câmara (Teatro) em concurso nacional promovido pela Prefeitura do Recife.

 

■ ■ ■ Em 31 de março, a Assembléia Legislativa do Estado promoveu uma sessão especial para registrar a passagem dos 40 anos do movimento militar de 1964. Na ocasião foram homenageados com outorga da Medalha D. Hélder Câmara várias personalidades, entre elas os quatro paraibanos cassados no primeiro AI: o ex-Ministro da Justiça Abelardo Jurema, o ex-Ministro Extraordinário Celso Furtado, o ex-Deputado Federal José Joffily e o então líder sindical Luiz Hugo Guimarães, nosso consócio.

 

■ ■ ■ Também no dia 31 o consócio Itapuan Bôtto Targino recebeu o título de Cidadão do Município de Remígio, PB.

 

■ ■ ■ Tem sido constante a visita de escolares às dependências do Instituto para conhecer nosso acervo. Neste mês de abril vieram as professoras Alba Cleide Calado Wanderley (História da Paraíba) e Kátia Cristina Ribeiro Costa (Geografia do Brasil), da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Cajazeiras, acompanhadas de 22 alunos.

 

São constantes as visitas de colegiais e universitários para conhecerem o acervo do Instituto.


■ ■ ■ De Mamanguape vieram 50 alunos do Colégio Novo Astral, sob a supervisão do professor de História Vandick Leitão de Souza, acompanhado das professoras Débora de Lourdes Carvalho de Freitas e Elca Menezes. Além de palestra sobre a instituição pelo presidente do IHGP e pela bibliotecária-arquivista Geovânia Fernandes de França, os alunos visitantes receberam exemplares das publicações do Instituto.

 

■ ■ ■ O Instituto lançou uma Memória sobre seu Quadro Social, um trabalho de pesquisa do consócio Luiz Hugo Guimarães que abrange a movimentação, desde 1905, dos sócios fundadores, de todos os sócios e ex-sócios efetivos, beneméritos, honorários e correspondentes.

 

■ ■ ■ Neste mês, foram lançados os seguintes livros de autoria  dos nossos associados: Santa Rita de Ontem e de Sempre, de Marcus Odilon; Tomás Santa Rosa – O polivalente, de Domingos de Azevedo Ribeiro; e Vitalidade & Paixão, de Joacil de Britto Pereira.

 

■ ■ ■ No dia 14, em sessão especial, foi realizado um debate sobre a atividade cultural e política do nosso ex-associado José Joffily Bezerra de Melo, que estaria completando 90 anos se fosse vivo. A exposição sobre o nosso ex-deputado federal foi feita pela confreira Martha Falcão.

 

■ ■ ■ Em maio, foram lançados os seguintes livros de autoria dos nossos consócios: O Jogo das Ilusões, de Ascendino Leite; Os Carneiros do Sertão da Paraíba e de outras terras – Aspectos históricos, políticos e genealógicos, de Joaquim Osterne Carneiro;  Município, Municipalização e Descentralização, de Itapuan Bôtto Targino.

 

■ ■ ■ Em sessão especial, nosso consócio Luiz Nunes Alves recebeu a Medalha “José Américo de Almeida”, que lhe foi outorgada pelo Ministério Público do Estado.

 

■ ■ ■ Nosso consócio Itapuan Bôtto Targino participou, de 11 a 15, do Seminário Nacional sobre Preservação Ferroviária realizado em São João del Rey, tendo representado nosso Instituto.

 

■ ■ ■ Os pesquisadores holandeses Oscar F. Hetting e Hans van Westing, da Holland Foundation, visitaram o IHGP, demorando-se em palestra com os diretores.

 

■ ■ ■ Alunos do Centro Profissionalizante “Deputado Antônio Cabral”, localizado no bairro Valentina, visitaram o IHGP colhendo dados para apresentarem trabalho em classe.

 

■ ■ ■ No Teatro Santa Roza, dia 27, foi apresentada a peça Dialogos de nuestra América, uma teatralização do nosso consócio Altimar de Alencar Pimentel, em homenagem à passagem do centenário de nascimento do poeta Pablo Neruda, que se comemorou em 2004.

 

■ ■ ■ No Rio de Janeiro, dia 27, a Editora Renovar lançou o livro Direito e Justiça no Brasil Colonial – O Tribunal de Relação do Rio de Janeiro (1751-1808), dos consócios Arno Wehling e Maria José Wehling, ele presidente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

 

■ ■ ■ Ingressaram como sócios correspondentes do IHGP o Dr. Benjamin Nicolas Teensma, professor de História na Holanda, e Alvair Vieira Maciel, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de São Gonçalo (RJ).

 

■ ■ ■ Ainda em maio, a Academia Paraibana de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico Paraibano promoveram uma sessão conjunta para exposição e debate da passagem dos 350 anos da expulsão dos holandeses do Brasil. Falaram na ocasião os confrades Manuel Batista de Medeiros, Luiz de Barros Guimarães, Joacil de Britto Pereira e Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ Por iniciativa da confreira Balila Palmeira, foi fundada a Academia Feminina Paraibana de Letras, cuja sede provisória é o Instituto Histórico e Geográfico Paraibano.

 

■ ■ ■ Entrou em funcionamento, com sede provisória na Academia Paraibana de Letras, o Núcleo Estadual da Academia de Letras e Artes do Nordeste, cujo presidente é o consócio Joacil de Brito Pereira.

 

■ ■ ■ O confrade Wellington Aguiar recebeu o título de Conselheiro Emérito do Conselho de Minerva (Associação dos Antigos Alunos da Universidade do Brasil – (UERJ).

 

■ ■ ■ No encerramento do Encontro de Tribunais de Contas do país, em Fortaleza, dia 25, o confrade Luiz Nunes Alves foi agraciado com o Colar do Mérito Seabra Fagundes.

 

■ ■ ■ A Diretoria do Instituto fez sua primeira reunião para tratar das providências iniciais sobre as comemorações do centenário da fundação do Instituto, em evento programado para 7 de setembro do próximo ano.

 

■ ■ ■ No dia 20 de junho, na Capital, faleceu a historiadora Rosilda Cartaxo, 83, que ocupava a Cadeira n°. 27 do quadro de sócios efetivos do IHGP, cujo patrono é Leon Clerot. Seu falecimento causou grande constrangimento entre os associados.

 

■ ■ ■ O Instituto Histórico e a  Câmara Municipal de João Pessoa, em sessões especiais, prestaram homenagem póstuma à memória da historiadora Rosilda Cartaxo. No Instituto foi lançada a plaqueta Rosilda CartaxoUma ilustre historiadora, a qual foi coordenada pela confreira Balila Palmeira.

 

■ ■ ■ Na sessão do dia 23, o consócio Adauto Ramos lançou uma plaqueta de 70 páginas sob o título A Paraíba na Guerra do Paraguai.

 

■ ■ ■ Através da Lei de Incentivo à Cultura “Augusto dos Anjos” sancionada pelo Governador do Estado, foi formalizado um projeto para restaurar 43 obras de arte da pinacoteca do IHGP.

 

■■■ O confrade Evandro da Nóbrega lançou um livro de 256 páginas  intitulado  Chinês de Emergência para Viagens.  150 exemplares da obra seguiram para a China nas mãos dos integrantes da comitiva do Presidente da República em sua visita àquele país.

 

■ ■ ■ No dia 23, em sessão especial, o confrade Péricles Vitório Serafim lançou seu livro O Sesmeiro do Jardim, um trabalho histórico-genealógico que destaca os principais troncos das famílias que erigiram a cidade de Remígio. O livro foi apresentado pelo confrade Luiz Hugo Guimarães, com prefácio do historiador Francisco Tancredo Torres e orelha de Adauto Ramos.

 

■ ■ ■ No IHGB, no Rio de Janeiro, na sessão de Comunicação do dia 27, o confrade José Octávio de Arruda Mello apresentou seu recente livro Nos tempos de Félix Araújo – Estado Novo, Guerra Mundial e Redemocratização (1937/47).

 

■ ■ ■ Em agosto foi aprovado o projeto que viabiliza a restauração de 44 obras de arte da pinacoteca do Instituto, com base na Lei de Incentivo à Cultura.


■■■ A Oficina-Escola de João Pessoa, dirigida pela professora Maria Piedade, firmou um convênio com o IHGP para restaurar sete paisagens e quadros a óleo pertencentes ao Instituto, aproveitando as peças para oferecer momentos de aprendizagem aos seus alunos.



Pinacoteca
A equipe da professora Piedade que atuou na restauração da pinacoteca.

■ ■ ■ Na sessão do Conselho Estadual de Cultura, dia 23, nossos consócios Luiz Hugo Guimarães e Joacil de Britto Pereira ofereceram depoimentos sobre Getúlio Vargas, na passagem do cinqüentenário de sua morte.

 

■ ■ ■ O Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão, Pernambuco, comemorou em sessão solene a passagem do sesquicentenário da Batalha das Tabocas. Representou o Instituto na solenidade o confrade Luiz de Barros Guimarães.

 

■ ■ ■ O acadêmico e historiador Joacil de Britto Pereira foi reeleito presidente da Academia Paraibana de Letras.

 

■ ■ ■ Em assembléia geral de 28 de agosto foram reeleitos a Diretoria e os membros do Conselho Fiscal e Comissões Permanentes de Estudo do IHGP, com mandato para 2004/2007, sendo reconduzido à Presidência o confrade Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ Nosso confrade Luiz Nunes Alves, sob pseudônimo Severino Sertanejo, lançou uma mini-plaqueta intitulada Susto na Lavanderia.

 

■ ■ ■ O historiador Guilherme d’Avila Lins concluiu seu livro Qual foi a primeira rua da capital paraibana? – Uma contribuição para a história do alvorecer da Capitania da Paraíba, devendo ser lançado brevemente.

 

■ ■ ■ A confreira Cybelle de Ipanema, presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio de Janeiro, foi eleita como uma das 10 mulheres de 2003 pelo Conselho Nacional das Mulheres do Brasil.

 

■ ■ ■ Nosso confrade Francisco Teotônio da Luz Neto foi empossado membro efetivo da Academia de Letras da Região de Picos, PI.

 

■ ■ ■ Em Niterói, nossa confreira Célia Camará lançou a 5ª edição do seu livro Dicionário Regional da Paraíba.

 

■ ■ ■ No Centro Cultural da ABI, no Rio de Janeiro, nossa sócia correspondente Leda Boechat Rodrigues autografou, em junho último, seu livro Nova Correspondência de José Honório Rodrigues.

 

■ ■ ■ Luiz Alberto Cibils, nosso sócio correspondente em Porto Alegre, RS, lançou o livro Dores de Camaquã e Tapes, Notas Históricas, abordando a propriedade naquela região.

 

■ ■ ■ O historiador Ernâni Donato, sócio correspondente residente em São Paulo, dia 18, pronunciou uma conferência no Auditório da Casa de Portugal sob o título Fundação de São Paulo.

 

■ ■ ■ Ivanilde Baracho de Alencar, escritora conterrânea, sócia correspondente em Campinas, SP, lançou seu quinto livro da Coleção “Amores que ficaram na História”, este com o título Simón Bolívar e Manuela.

 

■ ■ ■ Em 7 de setembro foi empossada a Diretoria do IHGP reeleita recentemente com mandato até 2007, sendo presidente o confrade Luiz Hugo Guimarães. Na ocasião foi distribuído com os presentes um exemplar do Relatório das Atividades do Instituto durante set/2003-agosto/2004.

 

■ ■ ■ Nesse mês, também foi empossada a nova Diretoria da Academia Paraibana de Letras, cujo presidente reeleito é o confrade Joacil de Britto Pereira.

 

■ ■ ■ Em Campina Grande, dia 3, em sessão festiva no auditório da Fundação Suelle Caroline, foi empossada a Diretoria do Comitê Nacional de Cerimonial Público – Representação da Paraíba, que tem como presidente nosso confrade Itapuan Bôtto Targino.

 

■ ■ ■ Nosso representante em Patos, historiador José Romildo de Souza, foi empossado como presidente da Fundação Ernani Sátiro.

 

■ ■ ■ Foi registrada na Secretaria do Instituto a candidatura do professor Francisco de Sales Gaudêncio como pretendente a ocupar a cadeira n°. 27 do quadro de sócios efetivos do IHGP, vaga com o falecimento da historiadora Rosilda Cartaxo.

 

■ ■ ■ O Instituto recebeu a visita dos confrades Expedito Ramalho de Alencar e Ivanilde Baracho de Alencar, sócios correspondentes em Campinas, SP.

 

■ ■ ■ Dia 23 de agosto, na XXX Noite de Cultura realizada em Mossoró, RN, nosso confrade Vingt-un Rosado recebeu expressiva homenagem pela passagem do seu 84° aniversário natalício.

 

■ ■ ■ A convite da Secretaria de Cultura de Porto Alegre, o historiador Altimar de Alencar Pimentel participou, a 1° de setembro, como conferencista do Seminário Comédia em Três Tempos. Nos dias 23 a 25, nosso consócio participou, também como conferencista, da Jornada de Estudos da Narrativa Folclórica, em Santa Rosa, La Pampa, Argentina.

 

■ ■ ■ Nosso confrade José Octávio de Arruda Mello participou, no Recife, do seminário promovido pela Fundação Gilberto Freyre sobre os historiadores Caio Prado Júnior, Sérgio Buarque de Holanda, Nelson Werneck Sodré e Josué de Castro. Coube ao nosso confrade discorrer sobre Nelson Werneck Sodré.

 

■ ■ ■ No dia 3 de outubro, foi eleito prefeito do vizinho Município de Santa Rita o confrade Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, nosso atual Diretor de Atividades Culturais.

 

■ ■ ■ No dia 9 de outubro foi eleito o professor Francisco de Sales Gaudêncio para ocupar a cadeira n°. 27 do quadro de sócios efetivos do Instituto, vaga com o falecimento da historiadora Rosilda Cartaxo. A cadeira n°. 27 tem como patrono o arqueologista Leon Francisco Rodrigues Clerot.

 

■ ■ ■ O confrade Ascendino Leite lançou seu livro As Pessoas - Jornal Literário.

 

■ ■ ■ Na cidade de Pombal, PB, foi lançado no dia 9 o livro O Velho Arraial de Piranhas (Pombal), do nosso ex-associado Wilson Nóbrega Seixas. Trata-se da 2ª edição revisada e ampliada sob a coordenação do confrade Evandro da Nóbrega.

 

■ ■ ■ O confrade José Rafael de Menezes lançou na Academia Paraibana de Letras, dia 14, pela Idéia Editora Ltda, o livro Antologia do Jornal Literário de Ascendino Leite, ocasião em que foi homenageado pela passagem do seu 80° aniversário natalício.

 

■ ■ ■ O confrade Altimar de Alencar Pimentel recebeu estrondosa homenagem na cidade de Cabedelo por ter completado 40 anos de sua estréia como teatrólogo, quando encenou sua primeira peça Casamento de Branco. Foi saudado pelo também teatrólogo Raimundo Nonato.

 

■ ■ ■ Dia 18 a professora de História Margarida Maria Dias de Oliveira, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, esteve na sede do Instituto fazendo uma visita técnica com 30 alunos daquela universidade da área de História e Biblioteconomia. Os visitantes foram recebidos pela bibliotecária-arquivista Geovânia Fernandes de França e pelo presidente Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ O  confrade Wellington Aguiar concluiu seu livro João Pessoa, o Reformador, o qual será lançado brevemente.

 

■ ■ ■ Nosso 2° Secretário, o historiador Humberto Fonsêca de Lucena tem no prelo seu novo trabalho sobre Araruna, sua terra natal. Trata-se do livro As Raízes do Ensino em Araruna, que já foi editado pela Fundação Casa de José Américo.

 

■ ■ ■ No dia 25, 34 alunos da disciplina Introdução aos Estudos Históricos, Turma 2004.1, da Universidade Federal da Paraíba, visitaram as dependências do IHGP para conhecer o seu acervo. Os universitários vieram acompanhados da professora Regina Célia Gonçalves.

 

■ ■ ■ O consócio José Octávio de Arruda Mello participou de seminário promovido pela UFPE, no Recife, onde abordou o tema Nelson Werneck Sodré e a Formação Histórica do Brasil.

 

■ ■ ■ Em novembro, dia 5, o consócio Nivalson Fernandes de Miranda abriu sua exposição na Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, com o título de Ícones do Século XVII – Nordeste Holandês. Foram apresentados 35 trabalhos pirografados em couro e azulejaria.

 

■ ■ ■ A professora de História Margarida Dias de Oliveira, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, fez nova visita de trabalhos ao IHGP, desta vez trazendo 30 dos seus alunos de História.

 

■ ■ ■ No dia 11, em sessão especial, a professora conterrânea Roselis Batista Ralle, que leciona literatura em Paris, proferiu palestra sobre o tema Cinema, Documentário e Política na atual conjuntura.

 

■ ■ ■ Nosso confrade Afonso Pereira da Silva lançou, dia 13, seu livro Trilogia, ocasião em que foi homenageado na sede do seu Arquivo Particular, no Jardim Glória.

 

■ ■ ■ Nosso sócio efetivo Joaquim Osterne Carneiro foi empossado como sócio correspondente da Academia Limoeirense de Letras, em Limoeiro do Norte, Ceará.

 

■ ■ ■ Em Mogi das Cruzes, SP, o consócio Itapuan Bôtto Targino participou, dia 19, do Seminário de Preservação e Revitalização Ferroviária, onde presidiu uma sessão sobre Documentação Ferroviária.

 

■ ■ ■ O consócio José Octávio de Arruda Mello lançou, no auditório do Espaço Cultural, a nova versão de 1964: A Dimensão Global, agora sob o título 1964 no Mundo, Brasil e Nordeste.

 

■ ■ ■ O Governo do Estado criou a Medalha “Filipéia de Nossa Senhora das Neves” a ser outorgada a personalidades e instituições que se destacaram nas áreas de sua atuação em prol do desenvolvimento do Estado. Na Comissão de Honra que indicará os homenageados figuram os consócios Luiz Hugo Guimarães, como presidente do IHGP, Joacil de Britto Pereira, como presidente da APL, o Secretário Chefe do Gabinete Civil, ex-senador Ivandro Cunha Lima, professor Neroaldo Pontes de Azevedo, Secretário da Educação e Cultura do Estado, e o dr. Flávio Sátiro Filho, presidente da Fundação Casa de José Américo.

 

■ ■ ■ O consócio Nivalson Fernandes de Miranda, com apoio do Instituto, apresentou a PB-TUR um projeto de pesquisa objetivando registrar os monumentos cívicos e religiosos, fazendas e equipamentos históricos da região do Cariri, para desenhá-los a bico-de-pena.

 

■ ■ ■ Em Natal, RN, nosso sócio correspondente Olavo de Medeiros Filho lançou seu novo livro Os Fenícios do Professor Chovenágua.

 

■ ■ ■ Dia 25, em sessão especial no auditório do IHGP, foi lançada a 2ª edição, revisada e ampliada, do livro O Velho Arraial de Piranhas (Pombal), editado e revisado pelo confrade Evandro Dantas da Nóbrega. A 1ª. edição fora publicada em 1962.

 

■ ■ ■ O Instituto prestou homenagem póstuma pelo passamento do economista conterrâneo Celso Monteiro Furtado, falecido no Rio de Janeiro.

 

■ ■ ■ O confrade Adauto Ramos, presidente do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica, lançou uma plaqueta intitulada Genealogia de Dr. Alfredo dos Anjos.

 

■ ■ ■ Foram admitidos sócios correspondentes do Instituto os historiadores D. Marcus Soares de Albernaria de Noronha da Costa, da Academia Portuguesa de História, e João Ribeiro da Silva, pertencente ao Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

 

■ ■ ■ Nossos sócios correspondentes Arivaldo Silveira Fontes e Cláudio Moreira Bento foram agraciados pela Academia de História Militar Terrestre do Brasil com o recebimento da Medalha do Mérito Histórico Militar Terrestre.

 

■ ■ ■ No Recife, a confreira Clotilde de Lourdes Branco Germiniani, pertencente ao Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, tomou posse como sócia correspondente da Academia Pernambucana de Medicina Veterinária.

 

■ ■ ■ No dia 26, foi instalada em João Pessoa a Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro – Núcleo da Paraíba, que é presidida pelo confrade Joacil de Britto Pereira. Fazem parte da nova agremiação os consócios Luiz Hugo Guimarães, Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins, Joaquim Osterne Carneiro e Altimar de Alencar Pimentel.

 

■ ■ ■ No Teatro Santa Roza, dia 29, foi instalada a Academia Feminina Paraibana de Letras e Artes, que tem como presidente nossa confreira Maria Balila Palmeira. A nova Academia tem como sede provisória o prédio do Instituto Histórico.

 

■ ■ ■ O confrade Enélio Petrovich lançou, dia 30, em Natal, seu livro Passagens, Paisagens.

 

■ ■ ■ No dia 1° de dezembro, o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, consócio José Mendonça Teles lançou, em Goiânia, seu livro intitulado A Vida de Pedro Ludovico – Fundador de Goiânia.

 

■ ■ ■ No dia 02, foi realizada a II Amostra da Oficina-Escola de João Pessoa, onde foram expostas sete obras pertencentes à pinacoteca do Instituto, as quais foram restauradas pela equipe daquela instituição. São elas: de pintura sobre tela: paisagem de Virgolino Maurício, Fortaleza de Santa Catarina e Estrada de João Pessoa, de Amelinha Theorga, retrato de Venâncio Neiva, de Carlos Brandão; Cabo Branco, de Olívio Pinto, pintura sobre papelão; busto de Camões, escultura em terracota vidrada; e busto de Hércules, escultura em terracota.

 

■ ■ ■ Também no dia 2, no auditório do UNIPÊ, foi apresentado o Auto Menino de Deus, de autoria do consócio Altimar de Alencar Pimentel.

 

■ ■ ■ No transcurso do sesquicentenário da formatura do médico areiense Dr. José Evaristo Cruz Gouveia, quarto paraibano a se titular pela Escola de Medicina da Bahia, o confrade Francisco Tancredo Torres promoveu na cidade de Areia uma exposição para homenagear o Dr. José Evaristo.

 

■ ■ ■ Nossa sócia correspondente Neusa Fernandes, do Rio de Janeiro, no dia 9, lançou a 2ª edição ampliada do seu livro A Inquisição em Minas Gerais no Século XVIII.

 

■ ■ ■ No auditório do UNIPÊ, dia 10, foi comemorado o aniversário (80 anos) do nosso sócio efetivo Manuel Batista de Medeiros, ocasião em que ele lançou seu livro autobiográfico Retalhos do Caminho.

 

■ ■ ■ O confrade Adauto Ramos, na última sessão do ano do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica, instituição que preside, lançou uma plaqueta sob o título A Bandeira Paraibana de 1817.

 

■ ■ ■ No dia 17, o historiador e teatrólogo Altimar de Alencar Pimentel foi eleito membro da Academia Paraibana de Letras, onde ocupará a Cadeira n°. 1, cujo patrono é o poeta Augusto dos Anjos.

 

■ ■ ■ O encerramento das atividades do Instituto Histórico ocorreu no dia 18, com a participação de grande número de associados e suas famílias em clima de confraternização.  Na ocasião, foi distribuído o Relatório das Atividades do IHGP em 2004 e o Boletim Informativo do mês. Aos associados que tiveram intensa atividade intelectual, com a edição de publicações, foi entregue um Certificado de Reconhecimento.

 

■ ■ ■Ao final da sessão de encerramento, o Presidente apresentou as metas para o ano 2005, cujo programa especial será a realização de um Simpósio Nacional por ocasião das comemorações do centenário do Instituto, no mês de setembro.

 

<--Página anterior       Próxima página -->



|Inicial | O Que é o IHGP? |Histórico| Símbolos do IHGP |Diretoria |Sócios |Biblioteca |Arquivo |
| Museu |História da Paraíba| Publicações |Links |E-mail |Livro de Visitas | Notícias |


Editor do site