INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO PARAIBANO/IHGP
Fundado em 7 de setembro de 1905
Declarado de Utilidade Pública pela Lei no 317, de 1909
CGC 09.249.830/0001-21 - Fone: 0xx83 3222-0513
CEP 58.013-080 - Rua Barão do Abiaí, 64 - João Pessoa-Paraíba

| Inicial | O Que é o IHGP? | Histórico | Símbolos do IHGP | Diretoria | Sócios | Biblioteca | Arquivo |
| Museu | História da Paraíba | Publicações | Links | E-mail | Livro de Visitas | Notícias |

A Revista n° 34

 

Com base no convênio mantido com o Governo do Estado através da Secretaria da Educação e Cultura, foi editada mais uma Revista do nosso Instituto, a de n°. 34 (272 páginas).

A Revista traz ensaios dos confrades Adauto Ramos, Balila Palmeira, Fátima Araújo, Humberto Fonsêca de Lucena, Joaquim Osterne Carneiro, José Octávio de Arruda Mello, Luiz de Barros Guimarães, Luiz Hugo Guimarães, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, Mário da Cunha Raposo, Martha Falcão, Reinaldo de Oliveira Sobrinho, Waldice Mendonça Porto e Wellington Aguiar.

Entre os colaboradores figuram os sócios correspondentes Alberto Martins da Silva, Expedito Ramalho de Alencar e Laís Medeiros Garcia de Lima, e como convidados o general de brigada Godofredo Jesus Corrêa, Francisco Tancredo Torres e José Wladimiro Elery de Carvalho.

Na seção Discursos estão publicados os pronunciamentos feitos pelos consócios durante as sessões do Instituto bem como em palestras e conferências em outras entidades culturais ou por ocasião do lançamento de livros.

Foi criada uma Seção de Reminiscências, com a publicação de fotos antigas das atividades do Instituto e a reprodução de alguns documentos do seu Arquivo.

Nesse ano o Instituto publicou os Anais do I Encontro de Institutos Históricos do Nordeste, o qual foi lançado por ocasião da realização do II Encontro dos Institutos do Nordeste, em Maceió, no mês de abril. Impresso em A União Editora, o livro com 90 páginas contém todas as atividades ocorridas no Encontro de João Pessoa bem como todos os pronunciamentos dos participantes.

 

 

Noticiário do IHGP

 

 

Neste capítulo sintetizamos as principais atividades do Instituto no ano 2001.

 

■ ■ ■ Em janeiro foi lançado o Relatório das atividades do Instituto no ano 2000, do qual foram enviados exemplares aos associados e instituições culturais com quem o Instituto mantém intercâmbio.

 

■ ■ ■ O Instituto se associou às homenagens prestadas ao ex-Senador Argemiro de Figueiredo, na passagem do centenário do seu nascimento. O Instituto esteve representado por seu presidente na Comissão designada pelo Governo do Estado para organizar as solenidades comemorativas do evento.

 

■ ■ ■ Vários alunos do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte fizeram uma visita de estudos ao nosso acervo documental. Vieram acompanhados das professoras Maria Goretti Maux, mestra da disciplina, e Renata Passos Figueira de Carvalho, Coordenadora do Curso.

 

■ ■ ■ O IHGP participou do II Encontro dos Institutos Históricos do Nordeste de 6 a 8 de abril, na cidade de Maceió. A delegação da Paraíba, presidida pelo confrade Luiz Hugo Guimarães, foi constituída pelos consócios Waldice Mendonça Porto, Balila Palmeira, Marcos Odilon Ribeiro Coutinho, Joaquim Osterne Carneiro, Humberto Fonsêca de Lucena e Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins.


II Encontro, em Maceió
Presidentes dos Institutos do Nordeste presentes ao II Encontro, em Maceió.
Na frente: Consuelo Pondé de Sena, da Bahia e Luiz Hugo Guimarães, da Paraíba;
Jayme de Altavila, Maceió; Arno Wehling, Rio de Janeiro; Enélio Petrovich,
do Rio Grande do Norte; Ibarê Dantas, Sergipe; e José Luiz Mota Menezes, Pernambuco.

 

■ ■ ■ Mantendo a tradição, o Instituto participou com um estande no VII Festival Nacional de Artes – FENART, promovido pelo Governo do Estado. Organizado pelo consócio Adauto Ramos e pela nossa bibliotecária Geovânia Fernandes de França, foi apresentado no estande um painel com as atividades do Instituto e foram postos à venda livros editados pelo Instituto e seus associados.

 

■ ■ ■ Em junho, esteve em visita ao Instituto o sócio efetivo Mario da Cunha Raposo, residente no Rio de Janeiro. O mais antigo sócio do Instituto, Mário Raposo foi homenageado pela Diretoria do IHGP, sendo-lhe oferecido um almoço com a presença dos confrades Luiz Hugo Guimarães, Joacil de Britto Pereira, Ascendino Leite, Balila Palmeira, Waldice Mendonça Porto, Dorgival Terceiro Neto, Guilherme da Silveira d’Avila Lins e Adauto Ramos. (Foto)


Almoço

 

■ ■ ■ No dia 30 de junho foram alterados alguns tópicos do Estatuto e do Regimento Interno do Instituto, sendo o novo Estatuto publicado no Diário Oficial do Estado em 04 de julho.

 

■ ■ ■ Em 9 de agosto o IHGP promoveu uma sessão de debate sobre o tema Legado da Inquisição, tendo como expositor e coordenador o professor Carlos André Macedo Cavalcanti, Chefe do Departamento de História da Universidade Federal da Paraíba. O debate contou com a presença de vários associados do IHGP e grande número de universitários da área de História e pessoas interessadas pelo tema.

 

■ ■ ■ O III Encontro dos Institutos Históricos e Geográficos do Nordeste foi realizado nos dias 10 a 12 de agosto, na cidade de Natal, sob os auspícios do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, presidido pelo confrade Enélio Lima Petrovich. A delegação do Instituto, presidida pelo companheiro Luiz Hugo Guimarães, esteve composta pelos associados Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins, Waldice Mendonça Porto, Deusdedit de Vasconcelos Leitão, José Octávio de Arruda Mello, Humberto Fonsêca de Lucena, Adauto Ramos, Balila Palmeira, Manuel Batista de Medeiros e Joaquim Osterne Carneiro.

 

■ ■ ■ No dia 15 de setembro 33 alunos do Curso de Gestão e Administração de Arquivos Públicos fizeram uma visita de estudos à Biblioteca e ao Arquivo Documental, acompanhados da professora Laudereida Marques, da UFPB, coordenadora do Curso.

 

■ ■ ■ De 16 a 20 de outubro, realizou-se no Rio de Janeiro o II Colóquio Nacional dos Institutos Históricos, promovido pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, com a presença de representantes de 20 Estados. O Instituto se fez representar pelo presidente Luiz Hugo Guimarães e pelos associados Mário da Cunha Raposo e Luiz de Barros Guimarães. O tema principal do Encontro foi “História Regional: iniciativas, significação e prospectivas”, tendo o confrade Luiz Hugo Guimarães, que presidiu a uma das Sessões de Comunicação, apresentado o trabalho Raízes do Regional. Neste Colóquio foi criada uma Comissão para formalizar o Sistema das Casas da Memória,  para a qual o presidente Luiz Hugo Guimarães foi indicado como membro.

 

■ ■ ■ O Instituto promoveu sessões especiais para comemorar a passagem do octogésimo aniversário natalício dos consócios Monsenhor Eurivaldo Caldas Tavares, Rosilda Cartaxo, Deusdedit de Vasconcelos Leitão e Domingos de Azevedo Ribeiro. 

 

■ ■ ■ O Instituto lançou na Internet seu site com 7 links, o qual poderá ser acessado clicando http//ihgpb.vila.bol.com.br.

 

■ ■ ■ No dia 1° de dezembro foi realizada uma sessão especial para uma palestra do escritor Jefferson L. Capelari, ocasião em que ele lançou o livro de sua autoria Energia Vital – Força da Vida, o qual foi apresentado pela confreira Waldice Mendonça Porto.

 

 

Participação dos associados

 

 

Independente das atividades próprias do Instituto, seus associados têm atuado destacadamente não só na área cultural como também na administração, no magistério, na política, etc., razão por que registramos, a seguir, a participação pessoal deles.

 

§         Dia 5 de janeiro, o consócio Flávio Sátiro Fernandes, membro do Tribunal de Contas do Estado, assumiu a Presidência daquela instituição.

§         Os consócios Ascendino Leite, Hélio Zenaide, Deusdedit Leitão e Luiz Crispim foram homenageados pelo jornal A União por ocasião da passagem dos seus 108 anos de existência, falando em nome dos homenageados o confrade Luiz Crispim.

§         Abrahim Baze, sócio correspondente residente em Manaus (AM), lançou os livros de sua autoria Escravidão – O Amazonas e a Maçonaria edificaram a História e 125 Anos de História (1823/1998), sobre a Sociedade Portuguesa Beneficente do Amazonas.

§         Conselho Estadual de Cultura promoveu sessão em comemoração aos 108 anos do jornal A União, falando em nome do Conselho o confrade Luiz Hugo Guimarães.

§         Expedito Ramalho de Alencar, sócio correspondente residente em Campinas (SP), lançou o livro História do Estado de São Paulo – Resumo.

§         Na homenagem da Academia Paraibana de Letras ao ex-Senador Argemiro de Figueiredo, pela passagem do centenário do seu nascimento, falou o confrade Humberto Cavalcanti de Mello.

§         O confrade Joaquim Osterne Carneiro tomou posse como membro do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica, ocasião em que apresentou um trabalho sobre a família de João Vieira Carneiro.

§         Em Natal, no mês de março, tomaram posse como Sócios Correspondentes os confrades Ascendino Leite e Manuel Batista de Medeiros.

§         Na mesma sessão realizada em Natal, nosso confrade Marcos Augusto Trindade tomou posse como Sócio Honorário.

§         O associado Humberto Fonsêca de Lucena foi empossado como membro do Instituto Paraibano de Genealogia e Heráldica, sendo saudado pela confreira Zilma Ferreira Pinto.

§         Olavo de Medeiros Filho, sócio correspondente em Natal (RN), lançou o livro Notas para a História do Rio Grande do Norte.

§         Do Encontro Regional sobre a Revitalização Ferroviária participou o confrade Itapuan Bôtto Targino, diretor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba, dando conta das atividades da instituição que dirige.

§         O confrade Joacil de Britto Pereira foi homenageado pela Fundação Joaquim Nabuco, recebendo uma comenda comemorativa da passagem do centenário do sociólogo Gilberto Freyre.

§         Adelino Brandão, sócio correspondente residente em Jundiaí (SP), tomou posse como Diretor de Relações Públicas da Academia de Letras Jundiaiense.

§         A Associação Paraibana de Imprensa promoveu um Seminário para debater a Revolução de 30 na passagem dos 70 anos do movimento, contando com a presença do publicista Hélio Jaguaribe. Participaram do debate os confrades José Octávio de Arruda Mello e Fátima Araújo.

§         Do almoço oferecido ao sociólogo Hélio Jaguaribe pelo governador José Targino Maranhão, na Granja Santana, participaram os consócios Luiz Hugo Guimarães, Joacil de Britto Pereira, José Octávio de Arruda Mello, Luiz Crispim e Wellington Aguiar.

§         Faleceu, no Rio de Janeiro, o escritor Antônio Pimentel Winz, que era sócio correspondente do IHGP.

§         O consócio Afonso Pereira da Silva lançou na Assembléia Legislativa do Estado seu livro Lei e Justiça, um repositório de sua ação naquela Casa, quando foi Deputado Estadual.

§         Em abril, durante a Semana do Exército, no auditório do I Grupamento de Engenharia de Construção, o historiador Luiz Hugo Guimarães pronunciou uma palestra sobre o tema O Exército e a Sociedade.

§         Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins, dia 27, em Natal, tomou posse como Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte.

§         Em maio, durante as comemorações dos 30 anos do Centro Universitário de João Pessoa – UNIPÊ, o presidente Luiz Hugo Guimarães entregou o diploma de Sócio Honorário do Instituto ao reitor Marcos Augusto Trindade.

§         Monsenhor Eurivaldo Caldas Tavares, na passagem do seu octogésimo aniversário natalício, foi homenageado em sessão especial conjunta da Academia Paraibana de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano. Na mesma sessão foi homenageado o confrade Deusdedit de Vasconcelos Leitão, pelo mesmo motivo. Na oportunidade, o consócio Luiz Hugo Guimarães lançou duas plaquetas sobre a vida e obra dos homenageados.

§         O historiador Lauro Grein Filho, sócio correspondente residente em Curitiba, foi reeleito presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná.

§         Ascendino Leite lançou seu livro Caracóis na Praia.

§         Joacil de Britto Pereira lançou a plaqueta Odon Bezerra Cavalcanti – Homem de Luta e de Letras.

§         Os consócios Joacil de Britto Pereira, Manuel Batista de Medeiros, Afonso Pereira da Silva, Flávio Sátiro Fernandes e Luiz Nunes Alves foram agraciados com a Comenda e Medalha comemorativa dos 30 anos da fundação do Centro Universitário de João Pessoa – UNIPÊ.

§         Foi lançada a 2ª edição revista e ampliada do livro Rodolpho Garcia, o gigante do Ceará-mirim – Uma contribuição bibliográfica, de autoria do confrade Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins.

§         O consócio Luiz Hugo Guimarães recebeu o troféu Heitor Falcão/2001, outorgado pela Coluna Abelardo e pelo jornal Correio da Paraíba.

§         A 21 de junho, a confreira Martha Falcão proferiu palestra no auditório do 16° Regimento de Cavalaria Motorizado, sediado em Bayeux, onde abordou a figura do herói indígena Piragibe, patrono daquela unidade militar.

§         Nosso confrade Guilherme d’Avila Lins proferiu palestra no Departamento de História da Universidade Federal da Paraíba sobre o tema Os nomes da Paraíba desde o Século XVI.

§         Em julho, o presidente Luiz Hugo Guimarães participou de reunião do Grupo de Trabalho da seção local da Associação Nacional de Professores de História – ANPUH, que coordena o movimento de preservação histórica.

§         O coronel Cláudio Moreira Bento, presidente da Academia de História Militar Terrestre do Brasil, sócio correspondente do IHGP em Resende (RJ), lançou o livro 8ª Brigada de Infantaria Motorizada.

§         Em agosto, dia 11, em Natal, o confrade Joaquim Osterne Carneiro tomou posse como Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte.

§         Os consócios Rosilda Cartaxo e Domingos de Azevedo Ribeiro foram homenageados no Instituto em comemoração ao octogésimo aniversário natalício, tendo o presidente Luiz Hugo Guimarães lançado plaquetas sobre suas vidas e obras.

§         Dia 24, foi lançado o livro Logradouros da Cidade de João Pessoa – Personagens e Fatos, de autoria do confrade Marcus Odilon Ribeiro Coutinho. O livro foi apresentado pelo consócio Deusdedit de Vasconcelos Leitão e foi escrito em parceria com a escritora Natércia Suassuna Dutra Ribeiro.

§         Do III Encontro dos Institutos Históricos do Nordeste, realizado em Natal (RN), participaram os seguintes associados: Luiz Hugo Guimarães, Marcos Odilon Ribeiro Coutinho, Adauto Ramos, Waldice Mendonça Porto, Guilherme d’Avila Lins, Balila Palmeira e José Octávio de Arruda Mello. Acompanhados das esposas, estiveram presentes os sócios Deusdedit de Vasconcelos Leitão, Humberto Fonsêca de Lucena, Joaquim Osterne Carneiro e Manuel Batista de Medeiros.

§         Do Seminário de Geo-História promovido pelo UNIPÊ participaram os confrades Joacil de Britto Pereira, José Octávio de Arruda Mello, Humberto Cavalcanti de Mello e Martha Falcão.

§         O sócio correspondente Syllas Agostinho Ferreira foi eleito presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

§         Em setembro, nas comemorações dos sessenta anos da fundação da Academia Paraibana de Letras, o confrade Luiz Hugo Guimarães lançou seu livro Historia da Academia Paraibana  de Letras.

§         O confrade Itapuan Bôtto Targino lançou, dia 20, o livro de sua autoria intitulado Preservação do Patrimônio Ferroviário.

§         O historiador Guaracy de Castro Nogueira, sócio correspondente em Itaúna (MG), foi eleito sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

§         A Assembléia Legislativa do Estado homenageou o consócio Deusdedit de Vasconcelos Leitão outorgando-lhe a Medalha “Epitácio Pessoa”.

§         O confrade Flávio Sátiro Fernandes pronunciou palestra na Fundação Ernani Sátyro, de Patos, na passagem do 10°. aniversário da fundação daquela entidade cultural.

§         O confrade Luiz Hugo Guimarães foi agraciado com o Diploma de Sócio Benemérito da Sociedade Paraibana de Música.

§         A professora Rosa Maria Godoy Silveira, paraninfou as turmas concluintes da Universidade Federal da Paraíba.

§         Em outubro, dia 16, o confrade Amaury de Araújo Vasconcelos lançou o livro Antologia dos Oradores Paraibanos, por ele organizado.

§         Jayme Lustosa de Altavila, nosso sócio correspondente, foi reeleito presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas.

§         Dia 27, na sede do Instituto, Waldice Mendonça Porto lançou seu livro de poesias Sonetos em Sonata, apresentado pelo acadêmico Joacil de Britto Pereira.

§         O consócio Luiz Crispim lançou, no Palácio da Redenção seu livro de crônicas A Dama da Tarde, apresentado pela acadêmica Ângela Bezerra de Castro.

§         Os consócios Luiz Hugo Guimarães, Mário da Cunha Raposo e Luiz de Barros Guimarães representaram o Instituto no II Colóquio dos Institutos Históricos Brasileiros realizado no Rio de Janeiro, de 16 a 20 de outubro, ocasião em que o confrade Luiz Hugo lançou a plaqueta Raízes do Regional.

§         O confrade Joacil de Britto Pereira recebeu o título de Sócio Benemérito da Academia Brasileira de Letras Jurídicas, sendo homenageado no Rio de Janeiro.

§         O jornalista José Romildo de Souza, pertencente ao Instituto Histórico e Geográfico de Patos, foi designado Representante Especial do IHGP naquela cidade.

§         Do Seminário realizado em novembro pela Academia Paraibana de Letras em homenagem ao centenário do ex-Senador Argemiro de Figueiredo falaram os consócios Humberto Cavalcanti de Mello, José Octávio de Arruda Mello e Joacil de Britto Pereira.

§         Os sócios correspondentes Carlos Humberto Pederneiras Corrêa e Jali Meirinho foram reeleitos Presidente e Secretário Geral do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

§         Itapuan Bôtto Targino lançou, dia 9 de novembro, seu livro Anísio Teixeira – Educador do Século XX.

§         No auditório do Tribunal Regional Eleitoral, o confrade José Octávio de Arruda Mello lançou seu livro Poder Político no Nordeste – O caso da Paraíba (1945/64).

§         No 1° Colóquio Latino Americano de Realismo Jurídico, realizado no Rio de Janeiro, o confrade Luiz Crispim pronunciou conferência abordando o tema Os Fundamentos Jurídicos da Liberdade de Expressão.

§         Dia 30, no Salão Nobre do Centro Histórico de João Pessoa, foi aberta a Exposição Nordeste Holandês, com trabalhos em painéis de azulejo de autoria do confrade Nivalson Fernandes de Miranda.

§         Em dezembro, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, Diretor de Atividades Culturais, lançou a 2ª edição do seu livro Camilo de Holanda – Militar, Médico e Político.

§         O confrade Humberto Cavalcanti de Mello foi agraciado com o título de Menção Honrosa pelo Conselho Estadual de Cultura por sua atuação como historiador.

§         O conselheiro do Tribunal de Contas Luiz Nunes Alves, sócio efetivo, lançou uma plaqueta intitulada Princesa Isabel: Sua emancipação político-adminstrativa e judiciária.

 

 

Quadro Social

 

 

Ultimamente, o Quadro de Sócios Efetivos tem mantido uma média de alterações com o ingresso de dois ou três novos sócios a cada ano.

Em 2001, dois novos sócios preencheram as cadeiras vagas em face do falecimento de associados no ano anterior. Foram os seguintes os confrades empossados.

O jornalista Nelson Coelho da Silva, em 16 de fevereiro, assumiu a cadeira vaga com o falecimento do consócio Odilon Ribeiro Coutinho, o qual ocuparia a cadeira n°. 49, antes ocupada pelo ex-senador Abelardo de Araújo Jurema. O sociólogo Odilon Coutinho faleceu antes de tomar posse. A cadeira n°. 49 tem como patrono o poeta e embaixador Raul Machado. O novo sócio foi saudado pelo confrade Luiz Hugo Guimarães, tendo comparecido à sessão de posse o acadêmico Murilo Melo Filho, que também saudou o recipiendário em nome da Academia Brasileira de Letras.

Em 23 de março tomou posse a professora de História da Universidade da Paraíba, Dra. Lúcia de Fátima Guerra Ferreira, que passou a ocupar a cadeira n°. 31, vaga com o falecimento do engenheiro-agrônomo Laudimiro Leite de Almeida. A cadeira n°. 31 tem como patrono o cientista paraibano Cândido Firmino Melo Leitão. A professora Lúcia Guerra foi saudada pelo confrade Helio Nóbrega Zenaide.

 

O Quadro de Sócios Correspondentes foi acrescido pelo ingresso dos seguintes historiadores:

 

1.      Douglas Apratto Tenório, Vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas;

2.      Wolmar Olympio Nogueira de Oliveira, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais;

3.      Esther Caldas Bertoletti, sócia do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e assessora do Ministério da Cultura;

4.      Lylia da Silva Guedes Galetti, sócia do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso.

 

O Quadro de Sócios Correspondentes foi desfalcado com o falecimento, no Rio de Janeiro, do confrade José Antônio Winz.

 

 

2002

 

 

O ano de 2002 se iniciou com a perspectiva de grande atividade, tendo a Diretoria incluído entre suas metas a modernização da Biblioteca “Irineu Pinto” e a participação nos eventos culturais dos Institutos no País.

Como nos anos anteriores, a atividade editorial dos associados foi bastante expressiva, tendo sido dado continuidade ao programa do Instituto que instituiu a publicação da Coleção de Historiadores Paraibanos.

O movimento cultural foi intenso com a realização de várias sessões especiais com palestras, homenagens e lançamentos de livros. Cerca de 30 trabalhos importantes foram publicados pelos nossos associados.

Deixaram o convívio do IHGP quatro companheiros: Wilson Nóbrega Seixas, 86 anos, 37 de Instituto; José Pedro Nicodemos, 86 anos, 36 de Instituto; Fernando Melo do Nascimento, 84 anos, 16 de Instituto; e Alfredo Carlos Schmalz, 86 anos, 37 de Instituto. Eram expressivas figuras do nosso meio cultural e universitário, historiadores que deixaram bases para a nossa historiografia.

A Biblioteca “Irineu Pinto” foi restaurada e modernizada com a instalação de modernos arquivos deslizantes, acomodando bem nosso acervo e ampliando o espaço destinado aos usuários no andar térreo.

Nesse ano foi lançada uma revista, a de n°. 35. Em convênio com a Fundação Biblioteca Nacional, todas as revistas do Instituto foram microfilmadas, assegurando-se sua preservação. Posteriormente o Instituto pretende digitalizar os microfilmes, inclusive com um índice atualizado de todas as revistas.

Cinco plaquetas da Coleção de Historiadores Paraibanos foram editadas. Mensalmente, o Boletim Informativo do Instituto foi enviado para os sócios, instituições culturais e autoridades; em dezembro o Boletim completou dez anos de sua publicação ininterrupta, tornando-se um excelente instrumento de comunicação.

O acervo bibliotecário cresceu em mais de 300 volumes e a hemeroteca acolheu, sem interrupção, os exemplares de 2002 dos jornais A União, Correio da Paraíba e O Norte, tendo a Coleção de A União e parte de O Norte sido encadernadas.

O expediente da Secretaria continuou bastante movimentado com a recepção e expedição de memorandos, ofícios, circulares e  convites que atingem cerca de mil documentos, todos já devidamente arquivados adequadamente.

Além da expedição das Revistas e plaquetas referentes à Coleção de Historiadores Paraibanos, foi remetido aos associados, instituições culturais e autoridades o Boletim Informativo Mensal do Instituto, cuja tiragem é de 250 exemplares.

O Instituto se fez representar em várias solenidades ocorridas na Academia Paraibana de Letras, na Universidade Federal da Paraíba, no Conselho Estadual de Cultura, na Fundação Casa de José Américo e outras instituições locais.

Fora do Estado, o Instituto esteve presente aos Encontros dos Institutos Históricos de Pernambuco, do Rio Grande do Norte e de Goiás e uma delegação esteve presente ao III Colóquio Nacional dos Institutos Históricos realizado no Rio de Janeiro.

Foram mantidos os convênios de ajuda financeira com a Prefeitura Municipal de João Pessoa e com o Estado, os quais  proporcionaram um aporte de R$ 34.500,00, permitindo à Diretoria preservar as instalações e o acervo da instituição.

A Biblioteca “Irineu Pinto” e o Arquivo Documental “Flávio Maroja” foram bastante visitados por pesquisadores, professores e estudantes da rede de ensino municipal, estadual e universitário, atingindo a uma média mensal de 80 consultas.

 

 

Atividade editorial

 

 

Foi intensa a produção cultural do Instituto e dos seus associados com o lançamento de novos volumes da Coleção de Historiadores Paraibanos, publicações diversas e a edição da Revista.

Vejamos a produção individual dos associados.

 

AGUIAR, Wellington. Cidade  de  João  Pessoa      Memória do

           Tempo, 3ª edição

ALVES, Luiz Nunes. História da Paraíba em Verso, 2ª edição

CARNEIRO, Joaquim Osterne. Francisco de Andrade Carneiro

COUTINHO, Marcus Odilon Ribeiro. Filhos de Deus

GUIMARÃES, Luiz Hugo. Crônica do Tempo Distante

_____ Francisco Coutinho de Lima e Moura

_____ Cônego Florentino Barbosa

_____ Irineu Ferreira Pinto

_____ Wilson Nóbrega Seixas

_____ José Pedro Nicodemos

_____ 1964 – Recordações da Ilha Maldita, 2ª edição

_____ Alcides Bezerra – Historiador e Filósofo

LEITE, Ascendino. O Princípio das Lendas

LUCENA, Humberto Fonsêca de. A propósito da mudança do no-

          me de Tacima

MEDEIROS, Manuel Batista de. Três  Documentos  na/da Litera-    

          tura Indígena do Século XVII

____  Coletânea – Depoimentos (org.)

____ Visões de Antanho

MELLO, José Octávio de Arruda.História, Historiografia e Ensi-

         no  em Pedro Nicodemos

OLIVEIRA SOBRINHO, Reinaldo. Anotações para a História da

         Paraíba – Tomo 1

____ Anotações para a História da Paraíba – Tomo 2

PEREIRA, Joacil de Britto. Ascendino Leite – Escritor Existencial

         (Ensaio Biográfico)

PIMENTEL, Altimar de Alencar. Cabedelo – I  e II

RAMOS, Adauto. Augusto dos Anjos – Resgate Histórico

____ Genealogia de Francisco de Assis Vidal Filho- O Jornalista

SILVA, Nelson Coelho. Esquina do Tempo

VASCONCELOS, Amaury de Araújo. Eu Comigo – Memórias - 2

 

Revista nº. 35

 

A 24 de maio, por ocasião da abertura do VIII Festival Nacional de Artes promovido pelo Estado, o Instituto lançou a sua Revista n° 35 (341 páginas), editada pelo Serviço de Processamento Gráfico da Secretaria da Educação e Cultura do Estado, dirigida pelo professor Francisco de Sales Gaudêncio.

Dessa revista contam ensaios dos seguintes confrades: Adauto Ramos, Altamir Milanez, Dorgival Terceiro Neto, Domingos de Azevedo Ribeiro, Glauce Maria Navarro Burity, Humberto Nóbrega, Itapuan Bôtto Targino, Joaquim Osterne Carneiro, José Octávio de Arruda Mello, Luiz de Barros Guimarães, Luiz Hugo Guimarães, Manuel Batista de Medeiros, Marcus Odilon, Mário da Cunha Raposo e Reinaldo de Oliveira Sobrinho.

Como Colaboradores, escreveram o sócio correspondente Alberto Martins da Silva, residente em Brasília, e o historiador Francisco Tancredo Torres, representante especial do Instituto na cidade de Areia (PB)

Foram transcritos os discursos, conferências e palestras dos seguintes associados: Nelson Coelho da Silva, Lúcia de Fátima Guerra Ferreira, Luiz Hugo Guimarães, Hélio Nóbrega Zenaide, Joaquim Osterne Carneiro, Manuel Batista de Medeiros, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, Deusdedit de Vasconcelos Leitão, Waldice Mendonça Porto, Joacil de Britto Pereira e Luiz Nunes Alves.

 

 

Noticiário do IHGP 2002

 

 

Neste capítulo registramos as principais ocorrências do ano 2002 verificadas no Instituto, em suas sessões plenárias, especiais e solenes, bem como outros fatos ligados à instituição. 

 

■ ■ ■ Joaquim Osterne Carneiro lançou uma plaqueta em homenagem a Francisco de Andrade Carneiro, de tradicional família paraibana, por ocasião da passagem do seu centenário de nascimento.

 

■ ■ ■ No dia 25 de janeiro, o confrade Luiz Hugo Guimarães lançou seu livro de memórias intitulado Crônica do Tempo Distante, o qual foi apresentado pelo confrade Joacil de Britto Pereira.

 

■ ■ ■ De 25 a 27 de janeiro, realizou-se no Recife o IV Encontro dos Institutos Históricos do Nordeste, com a participação dos confrades Luiz de Barros Guimarães, José Octávio de Arruda Mello, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho e Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins, o qual apresentou um trabalho intitulado Revisão e Retificação dos sucessivos nomes oficiais da capital da Paraíba ao longo do tempo.

 

■ ■ ■ Faleceu no Recife o historiador José Antônio Gonsalves de Mello [Neto], 85 anos, presidente por vários anos do Instituto Arqueológico e Geográfico Pernambucano, sócio correspondente do nosso Instituto.

 

■ ■ ■ O historiador Wellington Aguiar lançou, a 4 de fevereiro, no auditório da Faculdade de Direito, a 3ª edição do seu livro Cidade de João Pessoa – A Memória do Tempo, o qual foi apresentado pelo governador José Targino Maranhão, nosso Sócio Honorário.

 

■ ■ ■ O confrade Joaquim Osterne Carneiro recebeu o título de Menção Honrosa da Fundação Ulysses Guimarães da Paraíba por ter concorrido ao concurso promovido por aquela instituição com o trabalho Desenvolvimento e Combate aos efeitos das secas do Nordeste no Pensamento de Argemiro de Figueiredo.

 

■ ■ ■ O confrade José Romildo de Souza, representante especial do IHGP na cidade de Patos e membro do Instituto local, conquistou o 2º lugar no concurso promovido pela Fundação Ulysses Guimarães, onde concorreu com o trabalho Octacílio de Queiroz no Caminho das Águas.

 

■ ■ ■ A historiadora Cybelle Moreira de Ipanema, sócia correspondente, foi reconduzida à Presidência do Instituto Histórico e Geográfico do Rio de Janeiro, de cuja Diretoria também participa o historiador Arivaldo Silveira Fontes, como Tesoureiro.

 

■ ■ ■ Em 2 de março, o general médico Alberto Martins da Silva, sócio correspondente residente em Brasília, pronunciou na sede do Instituto uma palestra sobre os médicos militares paraibanos.

 

■ ■ ■ Dia 11 de março, nesta Capital, faleceu o sócio efetivo Wilson Nóbrega Seixas, 86 anos, pertencente ao IHGP há 37 anos. Especialista sobre a História do Sertão Paraibano, Wilson Seixas ocupava a cadeira n°. 15, cujo patrono é Fernando Delgado Freire de Castilho.

 

■ ■ ■ Na sede da Aliança Francesa, o confrade Nivalson Fernandes de Miranda apresentou uma exposição de trabalhos de sua autoria, sob o título Relicário Arquitetural Religioso do Brasil.

 

■ ■ ■ A sócia correspondente Consuelo Pondé de Sena, presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, tomou posse como sócia efetiva da Academia Bahiana de Letras.

 

■ ■ ■ Em sessão especial, dia 14, foi lançado no Instituto o livro No Roteiro das Secas, de autoria do escritor José Jacinto de Araújo, o qual foi apresentado pelo consócio Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ No dia 26, os sócios Joacil de Britto Pereira e Dorgival Terceiro Neto receberam, da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção da Paraíba, Diplomas de Honra ao Mérito.


Reunião com o Governador

■ ■ ■ Em audiência com o governador José Targino Maranhão a Diretoria do Instituto recebeu o apoio do Estado visando modernizar a Biblioteca “Irineu Pinto” com a aquisição de modernos arquivos deslizantes, tendo o Governador autorizado a Secretaria da Educação e Cultura do Estado firmar convênio de ajuda financeira no valor de R$ 79.200,00 para a execução do projeto apresentado.

 

■ ■ ■ Na sessão ordinária de abril foi lançado o volume n°. 13 da Coleção de Historiadores Paraibanos, abordando a vida e obra do sócio fundador Francisco Coutinho de Lima e Moura. A obra, de autoria do confrade Luiz Hugo Guimarães, foi apresentada pelo historiador Wellington Aguiar.

 

■ ■ ■ A 14 de abril, na Capital, faleceu o sócio efetivo José Pedro Nicodemos, 86 anos, associado ao Instituto desde 27.10.1956. Ele ocupava a cadeira n°. 10, que tem como patrono o escritor Oscar de Oliveira Castro.

 

■ ■ ■ Dia 17, durante as festividades da Semana do Exército, o confrade Luiz Hugo Guimarães pronunciou conferência no Auditório do I Grupamento de Engenharia de Construção abordando o tema O Exército e a Nacionalidade Brasileira.

 

■ ■ ■ No dia 19, o confrade Joacil de Britto Pereira, em solenidade no I Grupamento de Engenharia de Construção, recebeu a Medalha do Mérito Militar.

 

■ ■ ■ Em Sapé, nas comemorações do aniversário de Augusto dos Anjos promovidas pela Prefeitura daquela cidade, o confrade Adauto Ramos lançou a plaqueta Augusto dos Anjos – Resgate Histórico.

 

■ ■ ■ Em Aracaju (SE), o sócio correspondente José Soares de Souza lançou seu livro de poesias Retalhos da Minh’alma.

 

■ ■ ■ No dia 24, a Assembléia Legislativa do Estado homenageou o confrade Ascendino Leite, concedendo-lhe a Medalha “Epitácio Pessoa”.

 

■ ■ ■ Em sessão especial realizada no Instituto, dia 27, o cientista cearense Melquíades Pinto Paiva tomou posse como sócio correspondente. Saudado pelo confrade Luiz Hugo Guimarães, o novo sócio após o agradecimento pela honraria, pronunciou brilhante palestra sob o título Volta à Paraíba.

 

■ ■ ■ Na mesma data, o consócio Nelson Coelho da Silva tomou posse como Superintendente da Imprensa e Editora A União.

 

■ ■ ■ Na sede da Academia Paraibana de Letras, dia 3 de maio, foi lançado o livro de crônicas do confrade Nelson Coelho da Silva, intitulado Esquina do Tempo, cuja apresentação foi feita pelo jornalista Villas Boas Corrêa.

 

■ ■ ■ No dia 4, em reunião da Comissão de História e Arqueologia, sob a presidência do confrade Hélio Nóbrega Zenaide, o historiador Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins fez palestra abordando o tema Historiografia do período holandês na Paraíba.

 

■ ■ ■ O confrade Luiz Hugo Guimarães foi eleito sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

 

■ ■ ■ Integrando atualmente o quadro de pesquisadores do NDIHR/UFPB, o confrade Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins proferiu palestra, dia 9, a última aula do Curso de Turismo instituído por aquela Universidade.

 

■ ■ ■ Em sessão especial realizada na sede da Academia Paraibana de Letras, dia 10 de maio, foram lançados o livro Anotações para a História da Paraíba – Tomo I, de autoria do consócio Reinaldo de Oliveira Sobrinho, apresentado pelo confrade Joacil de Britto Pereira, e a plaqueta Três Documentos na/da Literatura Indígena do Século XVII, de autoria do consócio Manuel Batista de Medeiros, e ainda a plaqueta Coletânea – Depoimentos, organizada por ele.

 

■ ■ ■ O Instituto participou no dia 24 de maio da abertura do VIII Festival Nacional de Artes – FENART promovido pelo Estado no Espaço Cultural “José Lins do Rego”, onde instalou um estande para exposição dos trabalhos editados pelo Instituto e seus associados. Na ocasião foi lançada a Revista n°. 35 e a plaqueta n° 14, da Coleção de Historiadores Paraibanos, intitulada Irineu Ferreira Pinto, de autoria do confrade Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ Na mesma data, o confrade Luiz Nunes Alves lançou, no salão nobre do Tribunal de Justiça, a 2ª. edição do seu livro História da Paraíba em Verso.

 

■ ■ ■ No dia 1° de junho, no campus I da Universidade Federal da Paraíba, foi encerrado o X Encontro Estadual de Professores de História, dentro das comemorações da passagem dos 25 anos da fundação do Núcleo de Documentação e Informação Histórica Regional – NDHIR. Sobre a data ofereceram depoimentos os professores Élio Flores, Lúcio Flávio Vasconcelos, e os sócios do Instituto Rosa Maria Godoy Silveira, Lúcia de Fátima Guerra Ferreira e Luiz Hugo Guimarães, presidente do IHGP.

 

■ ■ ■ Também no dia 1º, em assembléia geral do IHGP, foi eleito o historiador Luiz de Barros Guimarães para ocupar a cadeira n°. 15 do Quadro de Sócios Efetivos, na vaga do historiador Wilson Nóbrega Seixas.

 

■ ■ ■ Dia 11, no Rio de Janeiro, na sede do Clube dos Advogados, ocorreu o lançamento do livro Ascendino Leite – Escritor Existencial (Ensaio Biográfico), de autoria do confrade Joacil de Britto Pereira. O livro foi apresentado pelo jurista e historiador Fernando Whitaker da Cunha, sócio correspondente do IHGP ali residente.

 

■ ■ ■ No dia seguinte, o consócio Nelson Coelho da Silva recebeu a Comenda do Mérito Jornalista e a Medalha “Antônio Mariz”, que lhe foram outorgadas pelo Poder Legislativo Estadual.

 

■ ■ ■ Em junho, o presidente Luiz Hugo Guimarães firmou contrato com a firma ACECO – Produtos para Escritório e Informática Ltda., de São Paulo, para instalar na sede do Instituto modernos arquivos deslizantes para a Biblioteca “Irineu Pinto”, no valor de R$ 79.200,00.

 

■ ■ ■  Neste mês foi colocado à disposição do público, na Internet, o site http// ihgpb.vila.bol.com.br, registrando dados sobre a instituição. O site contém a lista de todos os associados, as Diretorias do IHGP, seus símbolos, suas publicações, a história de sua fundação, catálogos do acervo da Biblioteca e outros dados. Em pouco tempo mais de mil internautas já haviam visitado o site, que possui sete links.

 

■ ■ ■ A 03 de julho faleceu nesta Capital o historiador Fernando Melo do Nascimento (86 anos), antigo associado do Instituto, onde ingressara em 24 de maio de 1986. Fernando Melo era engenheiro-agrônomo, professor da Universidade Federal da Paraíba e desempenhou importante papel na história da agricultura paraibana.  Ele ocupava a cadeira n°. 05, do Quadro de Sócios Efetivos.

 

■ ■ ■ No dia 11 foram iniciados os trabalhos de restauração e modernização da Biblioteca do Instituto.

 

■ ■ ■ Em assembléia geral, no dia 13, foi eleito o historiador Altimar de Alencar Pimentel para ocupar a cadeira n°. 10 do Quadro de Sócios Efetivos, para suceder o confrade José Pedro Nicodemos.

 

■ ■ ■ O IHGP promoveu, no dia 15, uma homenagem à memória do confrade José Pedro Nicodemos, recentemente falecido, falando em nome do Instituto o confrade Humberto Cavalcanti de Mello. Na oportunidade, o confrade Luiz Hugo Guimarães lançou o volume n°. 15 da Coleção de Historiadores Paraibanos, intitulado José Pedro Nicodemos.

 

■ ■ ■ Ainda no dia 15, o Conselho Estadual de Cultura, no Teatro Santa Roza, prestou homenagem a Francisco Luiz Gama Roza, presidente da antiga província da Paraíba do Norte, responsável pela conclusão do teatro que tomou seu nome. Falou na ocasião o confrade Wellington Aguiar.

 

■ ■ ■ No dia 17, o Conselho Estadual de Cultura promoveu sessão especial para homenagear a memória do ex-associado José Pedro Nicodemos, ocasião em que falaram os consócios José Octávio de Arruda Mello, Luiz Hugo Guimarães e a professora Elza Regis de Oliveira.

 

■ ■ ■ Na mesma data, no Espaço Cultural “José Lins do Rego”, foi lançado o livro Como vejo a Bíblia, de Aracilba Rocha, cuja apresentação foi feita pelo consócio Luiz Crispim.

 

■ ■ ■ O consócio Luiz Hugo Guimarães foi eleito Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

 

■ ■ ■ No Dia do Escritor, dia 25, os consócios Luiz Hugo Guimarães e Joacil de Britto Pereira foram homenageados pelo Rotary Club de João Pessoa.

 

■ ■ ■ No dia 26, na tradicional homenagem que a Paraíba presta ao ex-presidente João Pessoa na data de sua morte, falou o historiador Wellington Aguiar. Mais tarde, na sede do Conselho Regional de Administração, na homenagem com o mesmo fim, falaram os consócios Humberto Cavalcanti de Mello, Itapuan Bôtto Targino e novamente Wellington Aguiar.

 

■ ■ ■ No dia 1° de agosto, em sessão especial, foi prestada significativa homenagem em memória do historiador José Pedro Nicodemos, recentemente falecido. Em nome do Instituto falou a professora Rosa Maria Godoy Silveira.

 

■ ■ ■ No dia 16, em sessão solene, realizou-se a posse do novo sócio efetivo Luiz de Barros Guimarães, que passou a ocupar a cadeira n°. 10, vaga com o falecimento do historiador Wilson Nóbrega Seixas. O recipiendário foi saudado pelo consócio Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins.

 

■ ■ ■ Em data de 19, foram aceitos como sócios correspondentes do IHGP o historiador José Reinaldo Carneiro Leão, pertencente ao Instituto Arqueológico e Geográfico Pernambucano e o escritor Tobias Pinheiro, presidente da Academia Carioca de Letras.

■ ■ ■ No dia 12, em Natal, foi lançado o livro do confrade Joacil de Britto Pereira Ascendino Leite – Escritor Existencial (Ensaio Biográfico) e, em Brasília, foi lançada a publicação Serviços de Saúde do Exército (Memorial), do general médico Alberto Martins da Silva, sócio correspondente residente em Brasília (DF).

 

■ ■ ■  Realizou-se no dia 7 de setembro a tradicional sessão solene comemorativa da data da Independência e da fundação do Instituto, ocasião em que foram inauguradas as novas instalações da Biblioteca “Irineu Pinto”, com a instalação de arquivos deslizantes que acomodam a maior parte do acervo da biblioteca do Instituto. O novo visual da Biblioteca se deve ao apoio do governador José Targino Maranhão, que, dentro do programa cultural que desenvolveu na Paraíba, contemplou o Instituto com esse importante  benefício.


Nova Biblioteca 1           Nova Biblioteca 2
Visual da nova Biblioteca com os arquivos móveis instalados.

■ ■ ■ No dia 24, no Rio de Janeiro, o confrade Joacil de Britto Pereira recebeu o Diploma de Alto Mérito Sócio-cultural que lhe foi conferido pela União Brasileira de Escritores.

■ ■ ■ Na mesma data, também no Rio de Janeiro, foi lançado o livro Pensamento Herético, Hermenêutica Histórica, Globalização e Direito Constitucional, do sócio correspondente, jurista e historiador Fernando Whitaker da Cunha, ali residente.

 

■ ■ ■ No dia 25, a Diretoria do Instituto criou o Diploma e Comenda do Mérito Cultural “Irineu Pinto”, que serão concedidos a expressivas figuras do movimento cultural brasileiro. A concessão deste  título foi disciplinada pela Resolução 01/02.

 

■ ■ ■ Dia 26 foi empossada a Diretoria da Academia Paraibana de Letras, cujo Conselho Diretor é presidido pelo consócio Joacil de Britto Pereira, reeleito Presidente. Também constam da Diretoria os consócios Amaury de Araújo Vasconcelos e Humberto Cavalcanti de Mello.

 

■ ■ ■ No dia 3 de outubro, em assembléia geral, foi eleito o jornalista Evandro Dantas da Nóbrega para ocupar a cadeira n°. 05, do Quadro de Sócios Efetivos do Instituto, sucedendo ao historiador Fernando Melo do Nascimento.

 

■ ■ ■ Por ocasião das comemorações do 111° aniversário da criação do Tribunal de Justiça do Estado realizou-se um Fórum de Debates com a participação dos escritores Carlos Heitor Cony, Nélida Piñon, Arnaldo Niskier, Antônio Olinto, Alberto Costa e Silva e Murilo Mello Filho, membros da Academia Brasileira de Letras. Os três últimos acadêmicos foram saudados pelos confrades Joacil de Britto Pereira, Flávio Sátiro Fernandes e Luiz Augusto da Franca Crispim.

 

■ ■ ■ O consócio Flávio Sátiro Fernandes, presidente do Tribunal de Contas do Estado, foi homenageado pelo Conselho Regional de Administração com o título de “Administrador do Ano”.

 

■ ■ ■ No dia 22, em sessão especial, foi prestada homenagem póstuma ao ex-associado Fernando Melo do Nascimento, falando em nome do Instituto o confrade Joaquim Osterne Carneiro e em nome da Universidade Federal a professora Zélia Almeida, tendo o engenheiro Alberto Vinícius, filho do homenageado agradecido em nome da família. Na ocasião, o presidente Luiz Hugo Guimarães lançou uma plaqueta sobre a vida e obra de Fernando Melo.

 

■ ■ ■  A Idéia Editora, no dia 24, lançou no restaurante “Tábua do Marinheiro” o II Tomo do livro Anotações para a História da Paraíba, de autoria do consócio Reinaldo de Oliveira Sobrinho.

 

■ ■ ■ Neste mês, houve mais dois lançamentos de publicações dos  associados: Filhos de Deus, de Marcus Odilon, e A propósito da mudança do nome Tacima, de Humberto Fonsêca de Lucena e outros.

 

■ ■ ■  No último dia do mês, tomou posse como Sócio Efetivo da Academia Paraibana de Letras o consócio Ascendino Leite, que passou a ocupar a cadeira n°. 08, que tem como patrono o jurista Aluízio Afonso Campos. Foi saudado pelo acadêmico Sérgio Castro Pinto.

 

■ ■ ■ De 7 a 9 de novembro, realizou-se em Goiânia um Encontro de Institutos Históricos Brasileiros para comemorar a passagem dos 72 anos da fundação do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás. O Instituto se fez representar pelo presidente Luiz Hugo Guimarães e pelo historiador Luiz de Barros Guimarães. Naquele evento, que teve a participação de 15 Institutos, além de oferecer um relatório sobre as atividades do IHGP, o presidente Luiz Hugo Guimarães discursou para acentuar as vinculações de Goiás com a Paraíba, quando ambas as províncias foram governadas por Fernando Delgado Freire de Castilho.

 

■ ■ ■ Após entendimentos com a Fundação Biblioteca Nacional, por aquela instituição foi procedida a microfilmagem das 35 Revistas do Instituto já publicadas, inclusive o índice atualizado das mesmas. Seguiu-se a encomenda junto à firma Iconografia Ltda., do Rio de Janeiro, para digitalizar os microfilmes a fim de transferir todos os textos para CD-ROM, para lançamento no próximo ano. Os entendimentos nesse sentido foram intermediados pela professora Esther Caldas Bertoletti, sócia correspondente no Rio de Janeiro.

 

■ ■ ■ No dia 22, em sessão solene do Instituto, foi empossado como sócio efetivo o historiador Altimar de Alencar Pimentel, que passou a ocupar a cadeira n°. 10, sucedendo ao historiador José Pedro Nicodemos. O novo sócio foi saudado pelo confrade Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins.

 

■■■ O confrade Afonso Pereira da Silva inaugurou sua biblioteca particular, com cerca de 6.000 volumes, na sede do Arquivo Privado que mantém na Praça João XXIII do Jardim Gloria.

 

■ ■ ■ Dia 25, o sócio correspondente no Rio de Janeiro Victorino Coutinho Chermont de Miranda tomou posse como sócio efetivo da Academia Brasileira de Arte, sendo saudado pelo acadêmico Afonso Arinos de Mello Franco. A solenidade contou com a presença do consócio Luiz Hugo Guimarães.

 

■ ■ ■ De 27 a 29 de novembro, no Rio de Janeiro, realizou-se o III Colóquio Nacional dos Institutos Históricos, tendo como tema principal a vida e obra do Barão do Rio Branco. A delegação do IHGP contou com a presença do presidente Luiz Hugo Guimarães e dos consócios Mário da Cunha Raposo e Luiz de Barros Guimarães. Durante o Encontro o consócio Luiz Hugo Guimarães recebeu o Diploma e Colar de Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

 

■ ■ ■ Esteve em visita a João Pessoa o confrade Expedito Ramalho de Alencar, residente em Campinas, que veio acompanhado de sua esposa, a poetisa conterrânea Ivanilde Baracho de Alencar.

 

■ ■ ■ O Boletim Informativo do Instituto completou neste mês dez anos de sua ininterrupta edição ao lançar o número 120.

 

■ ■ ■ No dia 2 de dezembro, faleceu, no Recife, o historiador Alfredo Carlos Schmalz (86 anos), que desde 14 de agosto de 1965 ocupava a cadeira n°. 17 do Quadro de Sócios Efetivos.

 

■ ■ ■ No dia 5 a Assembléia Legislativa do Estado lançou o volume II da Coleção Perfis Parlamentares, sob o título História & Debate na Assembléia Legislativa, contendo trabalhos dos consócios Deusdedit Leitão, Fátima Araújo, Hélio Nóbrega Zenaide, Joacil de Britto Pereira, José Octávio de Arruda Mello, Luiz de Barros Guimarães, Luiz Hugo Guimarães, Teresinha Pordeus e Wellington Aguiar.

 

■ ■ ■ O confrade Amaury de Araújo Vasconcelos, dia 12, recebeu o Diploma de Honra ao Mérito que lhe foi concedido pela Ordem dos Advogados do Brasil, seção da Paraíba.

 

■ ■ ■ O consócio Joacil de Britto Pereira foi premiado no Concurso Literário “Cidade do Recife – 2002”, obtendo o primeiro lugar com a peça de sua autoria Olga Benário Prestes, tendo concorrido em certame nacional e conquistado a láurea Elpídio Câmara (teatro) em evento patrocinado pela Prefeitura Municipal do Recife.

 

■ ■ ■ O consócio Luiz Nunes Alves foi eleito, pela quarta vez, presidente do Tribunal de Contas do Estado.

 

■ ■ ■ Neste mês foram lançados os seguintes trabalhos dos consócios: dia 12, o 2°. volume do livro Cabedelo - História, de autoria do confrade Altimar de Alencar Pimentel; dia 14, Visões de Antanho, de Manuel Batista de Medeiros; dia 18, 1964 – Recordações da Ilha Maldita, de Luiz Hugo Guimarães (2ª. edição); dia 18, História, Historiografia e Ensino em Pedro Nicodemos, de José Octávio de Arruda Mello; dia 19, Genealogia de Assis Vidal – o jornalista, de Adauto Ramos; dia 20, em Campina Grande, Eu Comigo – Memórias 2, de Amaury Vasconcelos; dia 21, Alcides Bezerra – Historiador e Filósofo, de Luiz Hugo Guimarães, vol. nº. 17 da Coleção de Historiadores Paraibanos.

 

■ ■ ■ Na sessão de encerramento das atividades do Instituto no ano 2002, ocorrida no dia 21, foram entregues Certificados de Reconhecimento a vários consócios por sua atividade intelectual naquele ano. Foram laureados os seguintes consócios: Adauto Ramos, Altimar de Alencar Pimentel, Amaury de Araújo Vasconcelos, Ascendino Leite, Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins, Hélio Nóbrega Zenaide, Humberto Fonsêca de Lucena, Itapuan Bôtto Targino, Joacil de Britto Pereira, Joaquim Osterne Carneiro, José Octávio de Arruda Mello, Luiz Augusto da Franca Crispim, Luiz Hugo Guimarães, Luiz Nunes Alves, Manuel Batista de Medeiros, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, Maria de Fátima Araújo, Nelson Coelho da Silva, Reinaldo de Oliveira Sobrinho e Wellington Aguiar.

Além deste Noticiário, julgamos oportuno destacar, a seguir, outras ocorrências registradas em atas e/ou no Boletim Informativo mensal, de forma a prestar um informe global das atividades do Instituto e dos seus associados.

·         A historiadora Consuelo Pondé de Sena, sócia correspondente em Salvador, foi agraciada com a Medalha do Mérito da Cultura do Governo Português, comenda que lhe foi entregue durante a realização do V Congresso de História da Bahia.

·         Na renovação da Diretoria da Associação de Espanhol da Paraíba, a confreira Balila Palmeira foi eleita Diretora de Cultura.

·         A professora Esther Caldas Bertoletti, sócia correspondente, responsável pelo Projeto Resgate “Barão do Rio Branco” do Ministério da Cultura, foi distinguida com a Comenda de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, de Portugal.

·         A Comissão de História e Arqueologia do Instituto elegeu como seu Presidente o confrade Hélio Nóbrega Zenaide.

·         Por proposta do deputado Pedro Medeiros, a Assembléia Legislativa do Estado aprovou voto de aplausos pelo lançamento do livro André Ribeiro Coutinho, de autoria do consócio Marcus Odilon Ribeiro Coutinho.

·         Em abril, o sócio benemérito Neroaldo Pontes de Azevedo tomou posse, em Brasília, como membro do Conselho Nacional de Educação.

·         O historiador Arno Wehling, presidente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e sócio correspondente, foi eleito sócio correspondente, no Brasil, do Instituto de Investigaciones de la Historia Del Derecho, da Argentina.

·         O associado Luiz  Augusto  da  Franca  Crispim, em maio, foi aprovado em 1°. lugar no teste de seleção para o Mestrado de Direito.

·         O confrade Guilherme Gomes da Silveira d’Avila Lins foi eleito sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas.

·         O sócio correspondente Victorino Coutinho Chermont de Miranda, diretor do IHGB, foi eleito Sócio Benemérito do PEN Clube.

·         O consócio Flávio Sátiro Fernandes, durante as comemorações da passagem dos 70 anos da criação do Corpo de Bombeiros de João Pessoa, foi condecorado com a Medalha General Aristarcho Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, patrono daquela corporação.

·         Os sócios correspondentes Jayme Lustosa de Altavila, de Alagoas; Maria Thetis Nunes, de Sergipe; Melquíades Pinto Paiva, do Rio de Janeiro; Luiz Alberto Cibils, do Rio Grande do Sul; e Léa Brígida Rocha de Alvarenga Rosa, do Espírito Santo foram empossados sócios correspondentes do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

·         Em Natal (RN), no mês de setembro, o sócio correspondente Olavo de Medeiros Filho lançou seu livro Cronologia Seridoense.

·         Balila Palmeira participou do 17° Congresso Nacional do Women’s Club, realizado em outubro na cidade de Aracaju; no dia 9, Balila proferiu palestra no Women’s Club de João Pessoa.

·         O professor Syllas Agostinho Ferreira, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, sócio correspondente do IHGP, foi agraciado pelo Governo de São Paulo com a Medalha Heróis Brasileiros.

·         O confrade Arivaldo Silveira Fontes, sócio correspondente do IHGP e membro do IHGB, foi eleito sócio correspondente da Academia Sergipana de Letras.

·         A confreira Cybelle Moreira de Ipanema foi eleita sócia correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

·         Em 26 de novembro, os consócios Luiz Hugo Guimarães e Luiz de Barros Guimarães participaram da última sessão do ano da Federação das Academias de Letras do Brasil, sediada no Rio de Janeiro e presidida pelo confrade Francisco da Silva Nobre. Na oportunidade, o presidente Luiz Hugo registrou as vinculações daquela instituição com o Instituto, tendo participado de seu quadro social os consócios Horácio de Almeida, Apolônio Nóbrega, Alcides Bezerra entre outros.

 

<--Página anterior       Próxima página -->



|Inicial | O Que é o IHGP? |Histórico| Símbolos do IHGP |Diretoria |Sócios |Biblioteca |Arquivo |
| Museu |História da Paraíba| Publicações |Links |E-mail |Livro de Visitas | Notícias |


Editor do site